domingo, 31 de março de 2013

Começam a valer alguns dos novos direitos dos empregados domésticos.

A servidora publica Federal Thais Barbosa trabalha o dia inteiro fora, e só pode fazer isso porque tem a Francisca, que cuida da casa, e a Viviane que toma conta dos filhos da patroa. Thais quer cumprir tudo o que a nova lei manda, mas está apreensiva. “Eu quero sentar com as duas, estabelecer jornada de trabalho. Fazer os ajustes para tudo ser cumprido corretamente e não ter prejuízo para nenhuma das partes”.
Ministério do Trabalho aconselha que os patrões façam contratos estabelecendo as condições e como o serviço deve ser prestado. Nesse documento, deve constar o início e o fim da jornada e as atividades do empregado.
“O ideal é que você busque em uma papelaria um modelo de contrato de trabalho, não necessariamente trabalho doméstico. Aí você vai selecionar quais os itens que são aplicáveis a sua relação empregador, trabalhador doméstico”, explica Tânia Mara Costa, auditora do Ministério do Trabalho.
A hora extra é um dos pontos que mais despertam duvidas. O patrão vai ter que calcular quanto vale a hora de trabalho do empregado. 
Se for salário mínimo, é preciso dividir R$ 678 por 220 horas, que é a jornada mensal máxima. Assim, R$ 3,08 é o valor de cada hora normal. Para saber o valor da hora extra, tem que multiplicar os R$ 3,08 por 1,5, já que a hora extra vale 50% a mais. Nesse caso, ela vai custar R$ 4,62. No caso de o empregado ser solicitado durante a noite, deve ser pago também o adicional noturno.

O FGTS é outro direito que passa a ser obrigatório. O valor da alíquota é de 8%sobre o salário. No caso do mínino, cerca de R$ 54. Para fazer o primeiro pagamento, o empregador vai ter que se registrar no CEI, o Cadastro Específico do INSS.
A advogada Clarisse Dinelly ensina o caminho. É preciso entrar no site da Receita Federal e procurar o campo de inscrição no CEI. Existem vários dados que vão ter ser preenchidos. Depois de obter o numero do CEI, o passo seguinte é se registrar também no site da Caixa Econômica Federal e lá preencher a GFIP, a guia de recolhimento do FGTS do empregado doméstico, que só pode ser paga na própria Caixa Econômica.
Existe a opção de pagamento do benefício pela internet, a chamada conectividade social, mas segundo a advogada a adesão ao FGST é burocrática e gera custo. “Qualquer mudança é traumática no início, depois de pagar um mês, dois meses, três meses, você vê que não é um bicho de sete cabeças”.
Jornada semanal é principal conquista dos empregados domésticos
A doméstica Antônia de Jesus é responsável por todos os serviços da casa. Ela cozinha, arruma, cuida da roupa. Passa o dia sozinha e, desde que começou a trabalhar na casa, há três anos e meio, distribui o tempo de acordo com a necessidade, sem uma carga horária fixa. Agora será diferente.
Uma das regras que começam a valer a partir da semana que vem, é a jornada de 44 horas semanais. Isso significa oito horas por dia, de segunda a sexta-feira, e mais quatro horas aos sábados. O horário para descanso ou almoço é obrigatório, uma hora no mínimo, duas no máximo. Para a jornada de seis horas, o intervalo de almoço é de 15 minutos.
Antônia tem uma relação muito tranquila com a patroa. Tudo é combinado, sem estresse. Ela sabe que alguns acordos terão que ser feitos. “Tem dia que vou embora um pouco mais cedo, tem dia que vou um pouco mais tarde, mas é porque a lei não está valendo ainda”.
É importante saber quem vai fiscalizar as horas trabalhadas e outros ajustes feitos entre patrões e empregados domésticos. Uma opção é usar um livro de ponto para controlar os horários de entrada e de saída do trabalhador. O documento deve ter duas cópias assinadas pelo empregado e pelo empregador.
Para a médica Josimeiry Torres, patroa de Antônia, diálogo e bom senso são fundamentais. “Hoje ela chega em torno de 7h30, 8h, e vai embora na hora que ela acha que deve ir. Eu não estabeleço a hora e ela determina de acordo com a rotina dela”.
“Trabalhador que dorme na residência não necessariamente ele está a disposição do empregador 24 horas por dia. As vezes ele está ali porque mora longe e optou por dormir no emprego. Nesse caso, ele não teria ao adicional noturno, as horas extras. Se ele está ali a disposição do empregador, aí sim teria direito às horas-extras e ao adicional noturno”, explica Marcone Vieira, presidente da Comissão de Direito do Trabalho da OAB-DF.

IPI menor para carros será prorrogado até o fim do ano.


O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou neste sábado (30), em entrevista ao Jornal Nacional (assista ao lado) que o governo desistiu de elevar novamente a alíquota do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para automóveis que aconteceria a partir de abril. IPI menor para carro será prorrogado até 
o fim do ano (Gilson Abreu/ Fiep. Divulgação)
Com isso, as alíquotas do IPI para os carros permanecem no atual patamar até o fim deste ano. Mesmo com essa decisão, o tributo ainda seguirá em um patamar acima do estava sendo cobrado no fim de 2012.
A medida, segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tem por objetivo "não haver risco de que houvesse uma queda nas vendas ao longo do ano". "A indústria automobilística é muito importante para a economia brasileira. Ela representa 25% da produção industrial. Então, para manter a produção industrial crescendo, é importante que a indústria automobilística continue crescendo", afirmou.
O governo informou ainda que busca estimular não somente o setor automotivo com a decisão, classificado como "um dos principais motores da economia", mas também "toda a cadeia automobilística, como as indústrias de autopeças, de estofamento e de acessórios".
Entre 2008 e 2010, o governo já tinha baixado o IPI para incentivar a venda de veículos e estimular a atividade durante a primeira etapa da crise financeira internacional. No ano passado, a estratégia se repetiu e agora o imposto estava retornando aos poucos ao normal.
Segundo o governo, a medida representa uma renúncia fiscal adicional (recursos que deixarão de ser arrecadados) de R$ 2,2 bilhões de abril a dezembro de 2013 em relação ao que já estava programado.
Alíquotas do IPI
Para carros populares (até 1.0), por exemplo, a alíquota que valeu entre janeiro e o fim do mês de março deste ano foi de 2% - e assim permanecerá até o final de 2013. No fim do ano passado, entretanto, o IPI de carros populares estava em zero. Ainda assim, o IPI está menor do que a alíquota considerada "normal" pelo governo para esta categoria de veículos, que é de 7%. Sem a decisão do governo, o IPI de carros populares subiria para 3,5% de abril a junho e a alíquota de 7% seria retomada a partir de julho.
Para carros com motores de 1.0 a 2.0 (flex), a aliquota permanecerá, portanto, em 7% até o fim deste ano - patamar que vigora atualmente. No fim do ano passado, o IPI destes carros estava em 5,5%. Se a decisão de prorrogar a atual alíquota não fosse tomada pelo governo, o IPI, nestes casos, subiria para 9% entre abril e junho e avançaria para a alíquota considerada "normal" de 11% a partir de julho deste ano.
Para carros a gasolina, 1.0 a 2.0, a alíquota permanecerá no atual patamar de 8% até o fim deste ano. Sem a decisão de prorrogar a atual alíquota, ela subiria para 10% entre abril e junho e para 13%, nível considerado "normal", a partir de julho deste ano. No fim de 2012, o IPI destes veículos estava em 6,5%.
Para utilitários, a alíquota do IPI permanecerá no atual patamar de 2% até o fim deste ano. Sem a prorrogação, o IPI subiria para 3% de abril a junho e para o patamar considerado "normal" de 8% a partir de julho deste ano. Para veículos acima de 2.000 cilindradas, a alíquota permanece inalterada em 25% para os veículos a gasolina e em 18% para os carros flex, informou o Ministério da Fazenda.

sábado, 30 de março de 2013

Avião sai de pista de aeroporto, pega fogo e deixa mortos na Rússia.

Um avião saiu da pista do aeroporto internacional de Vnukovo, na região de Moscou, na Rússia, pegou fogo e se dividiu em três partes neste sábado (29). Segundo o Ministério do Interior russo, citado pela agência de notícias Interfax, pelo menos quatro pessoas morreram.

Segundo o ministério, o avião levava oito pessoas – quatro morreram e quatro ficaram feridas. Entre os mortos está o piloto. Anteriormente, Yelena Krylova, porta-voz do aeroporto, informou que a aeronave transportava 11 pessoas - todos tripulantes.

De acordo com ela, a aeronave é um Tupolev Tu-204.

Segundo a agência, o avião da companhia russa Red Wings havia saído da República Tcheca com destino a Moscou. Ainda de acordo com a agência, o aeroporto foi fechado e os voos desviados para outras regiões.
A aeronave caiu em uma rodovia próxima ao aeroporto, que teve seu tráfego bloqueado. O acidente aconteceu quando o avião tentava pousar pela segunda vez Vnukovo.

Autoridades deram duas possibilidades para o acidente: uma falha no motor ou no trem de pouso ou um erro do piloto. Nada foi confirmado.

O primeiro-ministro russo, Dmitri Medvédev, ordenou a criação de uma comissão para investigar as causas do acidente.

Economista propõe que obesos paguem mais pela passagem de avião.

Obesidade interfere na decisão de jurados homens, diz estudo (Foto: Mark Lennihan/AP)Um estudo publicado em uma revista acadêmica de economia propõe uma ideia polêmica para diminuir os custos das empresas aéreas: a cobrança dos bilhetes de acordo com o peso do passageiro.
Na pesquisa, o economista Bharat P. Bhatta, da Sogn og Fjordane University College, na Noruega, avalia modelos de cobrança nos quais passageiros obesos paguem mais pelo bilhete, enquanto os magros recebem descontos.Segundo o artigo, publicado neste mês no “Journal of Revenue and Pricing Management”, quanto mais quilos somarem os passageiros, mais pesada fica a aeronave. Isso leva a um maior consumo de combustível, o que traria prejuízos às finanças das empresas e ao meio ambiente.
“O peso e o espaço são mais importantes na aviação do que em qualquer outro meio de transporte. As companhias aéreas deveriam levar isso em conta na hora de dar preço aos seus bilhetes”, afirmou o economista.
Ele propôs três modelos diferentes de cobrança de acordo com o peso.
No primeiro, o valor seria todo fixado de acordo com o peso do passageiro e de seus pertences. Assim, uma pessoa de 60 quilos pagaria a metade de outra de 120 quilos, por exemplo.
O segundo modelo propõe uma tarifa básica fixa, com um adicional cobrado de passageiros mais pesados para cobrir custos extras.
O terceiro modelo é, para o pesquisador, o mais vantajoso, pois, apesar de penalizar uma parte das pessoas a bordo (as mais gordas), beneficiaria outra parte (as que estiverem abaixo do peso).
A ideia é estabelecer três faixas de preço: uma mediana para passageiros de peso mediano, outra mais barata para aqueles que estejam abaixo desse limite de peso e outra, mais cara, para aqueles que estiverem acima do limite.
Bhatta acredita que esse tipo de cobrança pode trazer benefícios de saúde para o paciente, além de vantagens financeiras e ambientais para a indústria da aviação.

[ESTUDO] Alegações da Eficácia da Vacina da Gripe são Altamente Exageradas.

vacina gripe ineficaz [ESTUDO] Alegações da Eficácia da Vacina da Gripe são Altamente Exageradas(NaturalNews) É mais uma vez a temporada da gripe (no hemisfério norte), e a pressão é para “tomar sua vacina contra a gripe“. Mas será que esta marco da medicina ocidental realmente fornece a proteção que os peritos da saúde alegam ? Um estudo recente realizado na Universidade de Minnesota (UM) sugere que não, tendo verificado que os dois grupos com maior risco de desenvolver complicações graves da gripe, os idosos e as crianças, têm pouco ou nenhum benefício ao tomar vacinascontra a gripe.
Michael Osterholm do Centro da UM para a Pesquisa e Políticas de Doenças Infecciosas analisou mais de 12.000 estudos revisados (peer-reviewed), documentos, transcrições e notas que remontam à década de 1930, e descobriu que há muito poucas evidências sólidas de que a vacina contra a gripe fornece qualquer proteção real para a maioria das pessoas. A verdade é que aqueles com maior risco de sofrer da gripe são os que tem menor probabilidade de ter qualquer benefício das vacinas contra a gripe, especialmente porque cepas de gripe estão constantemente se transformando e se tornando mais virulentas.
Nós descobrimos que a proteção da vacina da gripe atual é substancialmente menor do que para a maioria dasvacinas recomendadas e é sub-ótima”, disse Osterholm sobre os resultados. “Acreditamos que a vacina contra a gripe atual continuará a ter um papel na redução da morbidade da gripe, até que intervenções mais eficazes estejam disponíveis, mas não podemos mais aceitar o “status-quo” em relação à pesquisa e desenvolvimento de vacinas“.
A pesquisa mostra que as vacinas contra a gripe são medicamente inúteis


Mas o que, exatamente, é esse “papel” de que fala Osterholm? Se você considerar as conclusões de um estudo publicado em 2011 na revista The Lancet, apenas 1,5 de cada 100 adultos, na melhor das hipóteses, que recebem uma vacina contra a gripe vai evitar o desenvolvimento de gripe. Uma vez que apenas 2,7 em cada 100 adultos desenvolve a gripe além de obter uma vacina contra a gripe de qualquer maneira, os benefícios de obter uma vacina contra a gripe são estatisticamente insignificante, em outras palavras, de acordo com esse estudo em particular.
Na opinião Osterholm, uma vacina contra a gripe deve ser idealmente entre 85 e 95 por cento eficaz em todos os grupos etários antes de ser considerada eficaz e útil. Isto significa que os tipos de vacinas contra a gripeatualmente administrados a centenas de milhões de americanos (e brasileiros) a cada ano são charlatanismo médico completo. E, no entanto, mesmo que as autoridades estão agora admitindo essa verdade inconveniente sobre vacinas contra a gripe, muitos ainda estão empurrando-o como a “melhor defesa disponíveis” contra a gripe, para citar as palavras da reportagem do KARE News 11, em Minneapolis, que recentemente cobriu o estudo de Osterholm.
Se real proteção contra a gripe é algo que interessa a você, pode valer a pena considerar a suplementação comvitamina D3 durante os meses de inverno, quando a exposição a luz solar natural é limitada. Tomar vitaminas B, comer mais frutas e vegetais orgânicos, suplementando com alho, cogumelos medicinais, muito descanso todas as noites, e beber muita água purificada rica em minerais também são formas altamente eficazes para evitar a gripe de forma natural sem arriscar os efeitos colaterais potencialmente mortais da vacina da gripe.        

No Recife, famílias aproveitam feriado de bicicleta, na ciclofaixa móvel.


 O sol que apareceu no Recifenesta Sexta-feira da Paixão (29) incentivou famílias a saírem de casa para pedalar. Aproveitando a ciclofaixa móvel que funciona nesta sexta - e também vai funcionar no domingo (31) - pais e filhos pedalaram por ruas do centro e também das Zonas Norte e Sul da capital pernambucana.
A professora Adriana Lima escolheu o roteiro do Parque da Jaqueira até o Marco Zero, no bairro do Recife, para pedalar com a filha, Bruna, de nove anos. Animada, Bruna conta que já fez outros percursos com a família. "Já andei pela Madalena e fui também até Boa Viagem. Acho que aguento até o Marco Zero", conta a menina.
Adriana defende que o apoio dos pais é essencial, até para uma questão de saúde. "É bom aproveitar o feriado de Páscoa, andar com as crianças pela rua para incentivar o uso da bicicleta. Espero que ela aguente, vamos incentivando que eles andem cada vez mais, para ter uma boa saúde", pondera a professora.
Pequeno Artur já passeia todo equipado com o pai. (Foto: Reprodução / TV Globo)Pequeno Artur já passeia todo equipado com o pai.
(Foto: Reprodução / TV Globo)
O analista de sistemas Hugo Gomes utiliza a bicicleta com frequência. Atento às medidas de segurança, põe o capacete até no filho, Artur, de um ano e quatro meses. "Ele está acostumado, por ir para a escola de bicicleta, mas hoje está curtindo mais. Para ir para a escola, a gente às vezes tem que empurrar, passar pela calçada. Fora do dia da ciclofaixa, ainda é muito perigoso", explica Gomes.
É importante que a cadeirinha utilizada para levar as crianças para passear sejam proporcionais ao tamanho delas, para que não quebrem, alerta o coordenador do projeto Bike Angel, Ênio Paiva. "Existem vários tipos de cadeirinha, o importante é que a criança fique confortável", destaca. Além disso, é importante utilizar alguns equipamentos de segurança. "Recomenda o uso de duas coisas essenciais, que não são exigidas por lei. As luvas, porque em uma eventual queda, a primeira coisa que você apoia no chão é a mão; e o capacete, que também é importante", diz o coordenador.
A ciclofaixa móvel funciona das 7h às 16h. Os ciclistas poderão circular dentro do percurso numa velocidade permitida de 20 km/h. E os condutores de veículos terão a velocidade máxima reduzida para 40 km/h nas vias onde as ciclofaixas funcionam. E também fica proibido o estacionamento nas faixas destinadas ao passeio ciclístico.
O funcionário público Rildo de Melo fez o mesmo percurso da família da professora Adriana, porém ainda tem algumas observações sobre a ciclofaixa. "Está bem estruturada, mas acho que falta só um pouquinho de atenção de quem está levantando a bandeira. Às vezes, a gente mesmo que tem que olhar o sinal", afirma o funcionário público.A Companha de Trânsito e Transporte Urbano colocou agentes e guardas municipais orientando motoristas e ciclistas durante todo o período de funcionamento, até as 16h. “Nós indicamos rotas alternativas, como seguir pelo bairro da Madalena para quem vem da Zona Norte e, quem sai da Zona Sul, seguir pela Imbiribeira. Tudo para garantir segurança ao ciclista, pedestre e motorista”, explica Francisco Irineu, gerente de Educação para o Trânsito, da CTTU.

Irineu reforça ainda a importância dos monitores colocados ao longo das faixas. "A função deles é garantir a passagem de lado da via, e a segurança do ciclista, que deve obedecer. Esse trabalho é todo para a gente entender que as vias devem ser compartilhadas também com os veículos não motorizados, é um trabalho educativo", afirma o gerente, lembrando ainda que skatistas e corredores não devem utilizar o espaço.
Quem não tiver bicicleta pode alugar - basta fazer o cadastro pelo site do projeto, e pagar um valor de R$ 5. Há três estações de aluguel: Jaqueira, Recife Antigo e Pina, cada um com 20 bicicletas.
Bicicletas do PortoLeve
O serviço de aluguel de bicicletas da PortoLeve, projeto do Porto Digital, funcionará normalmente nesta sexta (29), no sábado (30) e domingo (31), das 06h às 22h. São dez estações, que servem para que o usuário do serviço possa se locomover em pequenas e médias distâncias no centro e Zona Norte do Recife. Para utilizar as bicicletas, o interessado deve fazer um cadastro no site da PortoLeve, onde há todas as informações de acesso às bicicletas, e pagar uma assinatura mensal de R$ 10.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Boeing 787 Dreamliner encara novo risco: limitação de alcance.

Com a Boeing trabalhando para recuperar a permissão para seus 787 Dreamliner retomarem os voos, a companhia enfrenta o que poderia ser um custoso novo desafio: um banimento temporário das jornadas transoceânicas de longa distância para as quais a aeronave foi projetada.

Especialistas do setor de aviação e autoridades do governo dizem que a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) pode encurtar o tempo de voo permitido para o 787 em certas rotas ao aprovar um sistema de baterias redesenhado.

"Caso a FAA aprove (somente) a operação sobre terra, isso seria um golpe muito destrutivo ao programa do 787", disse Scott Hamilton, um analista de aviação na Leeham Co, em Seattle.

"É completamente dentro das expectativas que a FAA limite as extensões de operação para o 787", disse uma fonte reguladora do Japão à Reuters.

Um porta-voz da FAA disse ser muito cedo para discutir a aprovação de ETOPS já que o reparo da bateria da Boeing ainda está em testes.

Durante uma coletiva de imprensa recente no Japão, executivos da Boeing disseram não haver nenhuma conversação com reguladores a respeito de extensões de operação. Eles disseram que o plano de certificação proposto não previa mais limitações uma vez que o avião obtenha a permissão para retomar os voos.

Fonte: Andrea Shalal-Esa e Mari Saito (Reuters) - Foto: Divulgação/Boeing

IATA eleva previsão de lucro do setor aéreo global.


A perspectiva para a indústria aérea global está melhorando, à medida que o aumento do volume de tráfego aéreo impulsionou a receita e o lucro das companhias, mas a turbulência atual na zona do euro continua a ser um risco para o setor, afirmou a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). A associação elevou sua projeção de lucro líquido da indústria para US$ 10,6 bilhões, ante os US$ 8,4 bilhões previstos em dezembro do ano passado.
IATA eleva previsão de lucro do setor aéreo global Emerson Souza/Agencia RBSSegundo a associação, a América Latina é a única região para a qual a previsão foi reduzida. A IATA disse que prevê agora que o lucro das empresas latino-americanas será de US$ 600 milhões, ante projeção anterior de US$ 700 milhões, justificando que o crescimento da região desacelerou devido aos prejuízos anteriores nos voláteis mercados domésticos. No entanto, o valor ainda representa o dobro do registrado no ano passado. A IATA afirmou também que a região terá o segundo maior crescimento da demanda, de 8,1%.
Todas as outras regiões deverão registrar uma alta do lucro líquido do setor aéreo no atual ano fiscal em relação a 2012. A associação prevê que o lucro da indústria na América do Norte subirá para US$ 3,6 bilhões, de US$ 2,3 bilhões. O lucro da região da àsia e do Pacífico avançará para US$ 4,2 bilhões, de US$ 3,9 bilhões. Na Europa, o setor deverá registrar aumento do lucro para US$ 800 milhões, de US$ 300 milhões.

quarta-feira, 27 de março de 2013

Chery lança Celer vindo da China; brasileiro chega às lojas em 2014.

Chery Celer (Foto: Priscila Dal Poggetto/G1)As versões hatch e sedã do Chery Celer chegam nesta semana às concessionárias custando R$ 35.990 e R$ 36.990, respectivamente. O motor para as duas configurações é o 1.5 16V flex, de 108 cv de potência a 6000 rpm e 14 kgfm de torque a 3.000 rpm, acoplado a uma transmissão manual de cinco marchas. Por ora, o modelo é importado da China. Mas ele será o primeiro a ser produzido na fábrica da montadora em Jacareí (SP), a partir de abril do ano que vem.


"Para a Chery do Brasil, o Celer tem um significado muito especial e representa o início de uma nova fase da empresa no país", diz o CEO e vice-presidente da montadora do Brasil, Luis Curi, que a produção será completa, e não apenas de sistema CKD (montagem de carros importados em partes). A meta da Chery é vender 7 mil unidades do Celer, sendo 75% do hatch e 25% do sedã.Modelo para Brasil e China
Entre futuros modelos a serem produzidos no Brasil, além do Celer, um deles dever ser um subcompacto totalmente novo e voltado ao mercado local, que também seria introduzido na China.
A marca estudava a produção em Jacareí do S18, mas decidiu que é melhor investir em um carro que impacte no mercado brasileiro, assim como fez a Hyundai ao criar o HB20, que só é vendido no país.
Um outro produto para ser feito em Jacareí poderá ser um SUV, mas não o Tiggo, que deve continuar sendo trazido do Uruguai. E o Qoros, se vier para o Brasil, será importado.
Preocupada com a fidelização e conquista de novos clientes, a Chery diz que investe R$ 37 milhões nas áreas de vendas, pós-vendas e marketing, e conta atualmente com 80 concessionárias.
No final deste ano, a fábrica de Jacareí, que recebeu investimento de US$ 400 milhões, será inaugurada para pré-produção. As operações começam em abril de 2014, com 10 mil unidades anuais em uma primeira fase. No entanto, a terceira fase prevê 150 mil unidades por ano e 4 modelos. A empresa também não descarta exportar parte da produção brasileira. "Já fui oferecer carros no Chile, Argentina, Venezuela, etc", diz Curi.

Notícias»Ciência Primeiro voo sem gravidade para turistas decola na França.

Paris - O primeiro avião comercial da Europa que oferece a turistas a possibilidade de experimentar a sensação de "gravidade zero" realizou seu voo inaugural nesta sexta-feira com 40 passageiros, que pagaram cerca de 6 mil euros (R$ 15,5 mil) para se sentirem como astronautas ainda que por poucos instantes.
O Airbus A300 Zero-G, operado pela empresa Novespace - parte do Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES) - e comercializado pela Avico, decolou às 12h locais (8h de Brasília) do aeroporto Bordeaux-Mérignac em Bordeaux, no sudoeste da França, e realizou 15 manobras parabólicas de 22 segundos cada sobre águas do Atlântico, antes de pousar depois de cerca de 5 minutos.O avião chega a 8.500 pés em 20 segundos, com um ângulo máximo de 47 graus, que o mantém nessa altitude por 22 segundos antes de descer a 6 mil pés com um ângulo de 42 graus.
A aeronave, que por fora parece com os modelos comerciais convencionais, conta com um espaço de 100m² e mais de 200m³ no qual os turistas podem desfrutar da falta de gravidade.
A primeira manobra mostrou aos passageiros a "gravidade marciana", que permitiu que sentissem apenas um terço da massa de seus corpos. Em seguida, experimentaram a "gravidade lunar" (um sexto da massa), e as durante as últimas 12 manobras, gravidade zero.
"Achei magnífico, muito doce e me senti em harmonia com meu corpo", contou à imprensa um dos passageiros, que descreveu "essa magia de voar, de flutuar, de não saber se a cabeça está em cima ou embaixo" e a recomendou a todos que puderem experimentar a sensação.
A pessoa mais velha era uma das seis mulheres a bordo, que tinha 67 anos. A maioria dos passageiros era de franceses, mas também havia suíços, belgas, cubanos, turcos e japoneses no voo inaugural.
Antes da decolagem, os turistas comeram sanduíches e frutas, e receberam uma detalhada explicação sobre o voo, além das instruções de segurança.
Apesar de já ter realizado mais de 3 mil manobras parabólicas, o ex-astronauta da Agência Espacial Europeia (ESA) e da Novespace, Jean-François Clervoy, que também quis estar a bordo do Airbus A300 Zero-G em seu voo inaugural, junto com cinco estudantes bolsistas do CNES. O resto dos passageiros era de turistas, tripulantes responsáveis pela segurança e instrutores.
Todas as passagens para o próximo voo, marcado para o dia 23 de junho, já foram vendidas. Desta vez, a aeronave vai decolar do aeroporto de Le Bourget, em Paris.
A partir de 20 de março será aberta uma lista de inscrições para quem quiser voar no Airbus A300 Zero-G no próximo outono.
Outras empresas também possuem iniciativas semelhantes à da Novespace, como a Virgin Galactic, que leva os turistas à estratosfera para experimentar a falta de gravidade durante 5 minutos por meio do pagamento de US$ 200 mil (R$ 400 mil). Já quem quiser visitar a Estação Espacial Internacional terá que pagar cerca de US$ 20 milhões (R$ 40 milhões).  

sábado, 23 de março de 2013

Avião de passageiros é desviado da rota para localizar barco à deriva no Pacífico.

O Boeing 777 da Air Canada, que saiu de Vancouver com destino a Sydney, fez um desvio de 400 quilômetros de sua rota original a pedido da Autoridade de Segurança Marítima Australiana (AMSA, na sigla em inglês) após um farol de emergência ser avistado no Mar da Tasmânia, entre a Austrália e a Nova Zelândia.Os pilotos também reduziram a altitude da aeronave a 1.800 metros para ajudar na localização visual do barco. A altitude de cruzeiro de um voo de longa distância é de 11 mil metros.
O barco, com um único ocupante, foi encontrado cerca de 500 quilômetros a leste de Sydney.
O navegador havia deixado a área de Sydney havia duas semanas e estava à deriva por cerca de uma semana após perder seu mastro e ficar sem combustível.

Resgate

Segundo a AMSA, o aviso luminoso de emergência do barco foi avistado por volta das 8h15 de terça-feira (18h15 de segunda-feira em Brasília).
O voo com 270 passageiros e 18 tripulantes a bordo, que já durava 12 horas e estava próximo ao seu destino, foi então desviado em busca do barco.
Segundo um porta-voz da Air Canada, a aeronave pousou com 90 minutos de atraso em Sydney.
"Estamos realmente satisfeitos de poder ter ajudado", afirmou o porta-voz Peter Fitzpatrick ao jornal canadense The Globe and Mail.
Posteriormente, um avião da Air New Zealand que viajava entre Auckland e Sydney também foi desviado, antes da chegada de uma aeronave de resgate australiana que lançou um bote salva-vidas e um telefone por satélite para o navegador à deriva.
Um navio mercante também protegeu o barco dos fortes ventos até a chegada de uma embarcação de resgate.

Localização remota

Um porta-voz da AMSA afirmou à rede Australian Broadcasting Corporation (ABC) que a ajuda dos aviões de passageiros foi necessária por causa da localização remota do veleiro.
"A localização do sinal de emergência estava dentro da rota de voo, então precisávamos avaliar a situação, e o Boeing 777 era o mais próximo do local", afirmou o porta-voz Jo Meehan.
Segundo as autoridades, o navegador foi resgatado com segurança e passa bem.  fonte-  Blog notiçias

Mercado de aviação dobrará de tamanho até 2020, prevê Abear.

O mercado de transporte aéreo pode dobrar até 2020, atingindo 211 milhões de passageiros, 976 aeronaves e 795 rotas domésticas, segundo o estudo Aviação Brasileira - Agenda 2020, divulgado nesta quinta-feira pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e realizado pela consultoria Bain & Company. Mas para isso a Abear aponta que são necessários até R$ 93 bilhões em investimentos, seja por parte das companhias aéreas, com renovação de frotas e tecnologia, seja na melhoria da infraestrutura aeroportuária, além de potenciais alterações referentes ao preço dos combustíveis e à regulação do setor. 

Do montante total de investimentos estimados, entre R$ 26 bilhões e R$ 36 bilhões se referem a investimentos privados. A Abear aponta que até 526 aeronaves seriam adicionadas à frota atual de 450 aviões. Além disso, os recursos contemplam investimentos em aprimoramento aos canais de atendimento aos consumidores, como terminais de autoatendimento, e tecnologia para melhoria da gestão operacional e segurança de voo.

Já os investimentos públicos são estimados entre R$ 42 bilhões e R$ 57 bilhões, e serão destinados principalmente à ampliação de aeroportos e construção ou reativação de outros 73, passando de 96 aeródromos a 169 em 2020. Também são previstos investimentos na modernização e expansão do sistema de controle de tráfego.

Esse estudo foi apresentado na semana passada à presidente Dilma Rousseff pela Abear, que sugeriu a abertura de uma mesa permanente de diálogo para debater temas e metas ligados ao setor, com representantes da Casa Civil, Secretaria de Aviação Civil, Ministérios da Justiça, Fazenda e Indústria e Comércio, além da associação. Segundo o presidente da entidade, Eduardo Sanovics, a proposta foi bem recebida pelo governo. A expectativa do executivo é de que a primeira reunião aconteça em abril.

sexta-feira, 22 de março de 2013

Meet & assento no check-in-KLM


Meet & assento no check-in
21 Março 2013 | Veja quais os viajantes será a bordo de seu vôo da KLM, e visualizar seus dados cadastrais - agora até uma hora antes da partida.
Meat&Seat at check-in
Conheça seus companheiros de viagem


Reservado o seu voo KLM? Então você pode ver quem será a bordo, em minha viagem

Você pode ver os detalhes do perfil do Facebook ou LinkedIn a partir de, por exemplo, potenciais parceiros de negócio. Conheça & Seat, portanto, oferece possibilidades únicas para a sua rede.

Meet & assento está agora também disponível durante check-in online - a partir de 30 horas até 1 hora antes da partida - 24 até 1 hora para voos de ou para os Estados Unidos.

Como Meet & assento obras

Ao compartilhar seu Facebook ou detalhes do perfil do LinkedIn, você também pode ver os de seus companheiros de viagem, e onde eles estarão sentados. Você também pode escolher o seu lugar próprio - e mudá-lo quantas vezes quiser.

Meet & assento está disponível para reservas com um passageiro, até 1 hora antes da partida para todos os vôos da KLM e da KLM cityhopper.

Entrar na Minha viagem ou verificar em KLM.com:

Ir para "seleção de assentos"
Faça login na sua conta do Facebook ou LinkedIn
Indique quais detalhes do perfil que deseja compartilhar
Ver quem se senta onde e escolher o seu lugar


Suas informações serão visíveis apenas para os passageiros que também compartilham seus detalhes. Você pode parar de compartilhar os seus dados de perfil, a qualquer momento.
                                                                                           FONTE- KLM AIRLINES

quinta-feira, 21 de março de 2013

Helicóptero AS350 Esquilo se consolida como o mais utilizado em missões governamentais em todo o mundo.

Com mais de 35 anos de produção mundial e 33 anos no Brasil, o helicóptero AS350 Esquilo, em suas diversas versões, consolidou-se como a aeronave mais utilizada por todas as Instituições governamentais que operam helicópteros, através de seus grupamentos aéreos policiais civis e militares, corpo de bombeiros, defesa civil, além de outras instituições como o IBAMA, consagrando-se como “ o helicóptero monoturbina multimissão de segurança pública” em todo o mundo. 

Considerando todos os segmentos de mercado, o Esquilo já contabiliza mais de 22 milhões de horas voadas pelas suas quase 5.000 unidades vendidas em mais de 90 países. 

No Brasil, sua vocação de aeronave de uso público foi marcada já pela primeira unidade produzida, em 1978, adquirida pela Marinha do Brasil e até hoje em atividade, realizando as mais diferentes missões como aquelas desempenhadas pela Força na Antártida. O Exército, outro operador do Esquilo com mais de 30 unidades, já ultrapassou as 100.000 horas de vôo, também em diferentes missões em todas as regiões do país. 

No segmento policial, o primeiro operador de Esquilo foi a Polícia Civil do Rio de Janeiro, que iniciou suas operações em setembro de 1980, contando hoje mais de 30 anos de atividade com este equipamento. 

Já o maior operador governamental brasileiro é o Grupamento de Radiopatrulha Aérea João Negrão, da Polícia Militar de São Paulo, que conta com 21 unidades do Esquilo. Uma de suas aeronaves está atualmente sendo modernizada na oficina da Helibras em Itajubá. 

“O AS350 Esquilo tem sido uma ferramenta imprescindível para a Polícia Militar de São Paulo, por suas características de versatilidade na operação, garantindo sua utilização em todas as regiões do Estado, inclusive nas grandes cidades, com rápida resposta para as mais diversas missões”, avalia o Comandante da unidade, Ten Cel PM Marco Antonio Severo Silva. “Sua versatilidade na operação foi decisiva para a expansão do Grupamento ao criar 10 bases no interior do Estado. Hoje, cada um dos 41 milhões de cidadãos paulistas tem 1 Águia a 15 minutos de vôo para socorro, seja para resgate ou para ação policial”, completa. 

O Esquilo mais voado em todo o Brasil também encontra-se desempenhando missões de resgate pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina e SAMU SC. Trata-se do PT-HLU, o “ARCANJO-01”, que já soma mais de 26 mil horas de voo, executadas tanto para clientes do mercado civil como governamental. 

“A parceria do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina com o SAMU no Estado, alugando esta aeronave, trouxe grandes benefícios para toda a população catarinense, pois conseguimos dar agilidade aos resgates através de deslocamentos rápidos e seguros para todas as regiões de nosso estado. Isso nos permitiu atingir 1.000 atendimentos, com 944 pessoas socorridas em apenas 18 meses de atividades”, avalia o Ten Cel BM Edupércio Pratts, Comandante do BOA/CBMSC.

Rolls-Royce equipa centésima unidade do Airbus A380.

Malaysia Airlines - Airbus A380A Rolls-Royce parabenizou a Airbus pela entrega de sua centésima aeronave do modelo A380. A unidade, que é impulsionada por motores Trent 900 do Grupo britânico, será operada pela companhia aérea nacional da Malásia, a Malaysia Airlines.
O presidente da Rolls-Royce na América do Sul, Franciso Itzaina, lembrou que os motores Trent 900 do Grupo foram os escolhidos há cerca de cinco anos pela fabricante francesa para equipar sua primeira aeronave A380. “É, portanto, um orgulho para nós equipar esses aviões nos últimos anos”, afirmou o executivo. “Será um prazer manter essa parceria pelas próximas décadas, prestando também todo o suportenecessário aos clientes que utilizam tais aeronaves”, acrescentou.
Com base na experiência alcançada em dois milhões de horas de voos do Trent 900 e em informações obtidas pelo Grupo, relativas à performance dos motores de toda a família Trent, a Rolls-Royce vem reduzindo o consumo de combustível do equipamento e está empenhada em melhorar ainda mais esse indicador.
O Trent 900 foi o motor escolhido por 11 das 16 companhias aéreas que operam o A380 da Airbus. A primeira turbina do modelo instalada no A380 entrou em serviço, pela primeira vez, em 2007. A aeronave foi operada pela Singapore Airlines, de Cingapura.
Já o primeiro avião A380 da Malaysia Airlines entrou em serviço em julho de 2012 e, desde então, mais seis aviões do mesmo modelo já foram encomendados pela empresa. Todos eles serão equipados com o Trent 900.

quarta-feira, 20 de março de 2013

Organização do Rock in Rio anuncia show de Bon Jovi.


A organização do Rock in Rio anunciou na noite deste domingo (3) que a banda Bon Jovi vai se apresentar no segundo fim de semana da 13ª edição do festival.
O grupo encerrará a noite da sexta-feira 20 de setembro com show de sua turnê "Because We Can - The Tour", que inclui antigos sucessos da banda, além de canções do novo álbum, "What About Now", que será lançado em 11 de março.
Será a terceira participação do grupo liderado por Jon Bon Jovi no Rock in Rio, mas a primeira na edição brasileira. O grupo já participou das versões do festival em Lisboa e em Madri. O grupo veio ao Brasil pela última vez em 2010.
"Fazer o Rock in Rio no Rio vai ser muito bom", disse Jon Bon Jovi em entrevista ao "Fantástico" neste domingo (3). "O público brasileiro é ótimo. O Brasil fica longe dos Estados Unidos, mas vale a viagem", completou o vocalista.
Na entrevista, Jon ainda falou sobre os 30 anos da banda. "Estou feliz por continuar trabalhando e por não ter virado um Elvis Presley gordo".
Composta por Jon Bon Jovi (vocal e guitarra), Richie Sambora (guitarra solo e backing vocal), Tico Torres (bateria e percussão) e David Bryan (teclados e backing vocal), a banda foi formada na década de 1980, quando lançou Bon Jovi (1984), a banda tornou-se um dos ícones do rock mundial ao estourar com o single "Runaway". Até hoje, já foram vendidas mais de 130 milhões de cópias de seus 12 álbuns em todo o mundo. O Rock In Rio 2013 será realizado nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro, na Cidade do Rock, no Rio de Janeiro.
Entre outras atrações já anunciadas, o Rock in Rio traz ao Brasil este ano Thirty Seconds to Mars, Florence and The Machine, Muse, Metallica, Alice in Chains, Sepultura, Les Tambours du Bronx, Beyoncé, Iron Maiden e Slayer.
O Rock in Rio Card --cartão que garante a presença antecipada do público no festival antes do anúncio das atrações-- foi colocado à venda em outubro de 2012 e se esgotou em menos de uma hora. Quem adquiriu o passe poderá escolher o dia de festival ao qual deseja associar o seu cartão até 1º de abril, através do sitewww.rockinrio.ingresso.com.
A venda de ingressos para o Rock in Rio 2013 está prevista para abril de 2013. As entradas custarão R$260 (inteira) e R$130 (meia-entrada).

segunda-feira, 18 de março de 2013

EUROPE:BANDA ANUCIA MAIS SHOW PELA AMERICA DO SUL.

Banda está de volta ao Brasil para aguardada apresentação

A passagem do Europe, um dos maiores grupos de hard rock da história, pela América do Sul, está realmente causando frisson. A banda que recentemente ganhou disco de ouro devido ao sucesso de vendas do novo álbum "Bag Of Bones", adicionou novas datas à excursão pelo Continente.

Joey Tempest (vocal), John Norum (guitarra), John Levén (baixo), Ian Haugland (bateria) e Mic Michaeli (teclado) realizam única apresentação no Brasil, no próximo 23 de setembro, nA Seringueira, em São Paulo. O show faz parte da festa de comemoração dos 27 anos de existência da Rádio & TV Corsário.

No repertório, os suecos prometem tocar seus inesquecíveis hits como "The Final Countdown" e "Carrie", além de algumas músicas de seu mais recente registro fonográfico "Bag of Bones", que estreou no topo da parada rock da Suécia e figurando também nos top charts britânicos. Este disco foi lançado este ano e que tem sido muito bem recebido pela crítica e principalmente pelo público.

Os fãs interessados em assistir a performance do grupo devem se apressar. Apesar do evento acontecer dentro de um mês, a procura por ingressos é grande. Os bilhetes estão disponíveis na loja Die Hard (Galeria do Rock), bilheterias dA Serigueira ou pela internet, no site da Ticket Brasil e Ingresso Rápido. Os ingressos custam de R$ 90,00 à R$ 360,00.

Até o momento, as datas são as seguintes:
21/09 - Teatro Flores - Buenos Aires, Argentina
23/09 - A Seringueira Club - São Paulo, Brasil
25/09 - Enjoy - Antofagasta, Chile
26/09 - Movistar Arena - Santiago, Chile
28/09 - Enjoy - Los Andes, Chile
30/09 - Enjoy - Vina del Mar, Chile
02/10 - Teatro de Verano - Montevideo, Uruguai
04/10 - Anfiteatro del Parque de la Exposicion - Lima, Peru

Aproveitando este bom momento, a banda lançou novo videoclipe para a divulgação deste registro fonográfico. Após a faixa "Not Supposed To Sing The Blues", agora chegou a vez da música "Firebox". O clipe foi dirigido pelo renomado Patric Ullaeus (Dimmu Borgir, Lacuna Coil, In Flames, Sonic Syndicate, Kamelot) e que já tinha trabalhado nos últimos três vídeos dos suecos. Assista em http://vimeo.com/46036732.

"Bag Of Bones" foi lançado, na Europa, via earMusic/Edel. O nono CD de estúdio da carreira do Europe traz a participação especial do guitarrista de blues-rock Joe Bonamassa (Black Country Communion) e foi produzido por Kevin Shirley, conhecido por já ter trabalhado ao lado de nomes como Iron Maiden, Journey, entre outros.

O Europe já lançou nove álbuns de estúdio, três álbuns ao vivo, três compilações e oito vídeos. O grupo conquistou fama internacional em 1986/87 com o seu 3º álbum "The Final Countdown", que se tornou um grande sucesso comercial e os fazendo entrar para o hall das bandas de Rock mais famosas dos anos 80.

Eles venderam mais de quatro milhões de álbuns nos Estados Unidos apenas e mais de 10 milhões de álbuns em todo Mundo. A banda atingiu dois Top 20 em álbuns na tabela Billboard 200 (The Final Countdown e Out of this World). De 1986 a 1992, venderam mais de 20 milhões de álbuns mundialmente, fazendo deles o 4º grupo mais bem-sucedido da Suécia na história.

sábado, 16 de março de 2013

Viação Cometa incorpora novos ônibus à frota.

Mais oito ônibus GTV (Gran Turismo Veículo) estão sendo incorporados à frota da Viação Cometa. Os veículos, comprados no fim do ano passado, chegaram à garagem este mês e já entram em operação com tecnologia Wi Fi. Nos serviços leito e executivo, dispõem ainda de ar-condicionado, banheiro, geladeira com água mineral e TV digital.
Agora a empresa conta com 13 GTVs, que fazem as linhas São Paulo/Curitiba, São Paulo/Belo Horizonte, São Paulo/São José do Rio Preto e Rio de Janeiro/Belo Horizonte.
Segundo o gerente Comercial da Cometa, Sidiney Gazola, a internet sem fio é gratuita. “Esse conforto garante uma viagem ainda melhor aos nossos clientes”.
A Viação Cometa lançou recentemente o cartão de crédito com sua marca em parceria com a Caixa Econômica Federal e a bandeira Mastercard. O passageiro que aderir ao cartão participa automaticamente do Programa Contagiro de Fidelidade. Com o programa, as compras de passagens realizadas com os cartões no site da empresa vão gerar pontos para troca por viagens gratuitas.

Scania entrega ônibus para Fabet iniciar formação de motoristas para transporte de passageiros.


Um motorista de ônibus treinado pode reduzir 15% de consumo de combustível, aumentar em 10% a vida útil dos pneus e diminuir em 47% o número de sinistros. Os dados são da Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte (Fabet) que acaba de receber da Scania um ônibus que será utilizado em seu primeiro curso de Formação de Motoristas para o Transporte Rodoviário de Passageiros.
O veículo é um K 310 4×2 de carroceria Comil Campioni, com tecnologia Euro 5 e câmbio Confort Shift. A primeira turma do curso começa no dia 15 de abril e estão disponíveis 25 vagas. A Scania, principal parceira institucional da Fabet, também disponibiliza 30 caminhões pedagógicos que são utilizados para aulas práticas na formação de novos motoristas.
De acordo com Wilson Pereira, gerente executivo de vendas de ônibus da Scania do Brasil, hoje as empresas enfrentam dificuldades para contratar profissionais e o curso ajudará a diminuir essa carência no mercado. “Os condutores de ônibus necessitam de treinamento qualificado porque transportam um bem precioso: vidas”, acrescenta.
Gustavo Andrade, representante da Scania na Fabet e conselheiro deliberativo da entidade, explica que o transporte de passageiros envolve uma questão logística diferente se comparada ao caminhão e que a parceria vai qualificar ainda mais os profissionais com um conteúdo adaptado para esse segmento.
“A Scania tem grande preocupação em relação à segurança nas estradas e com a formação de motoristas. Nosso ônibus será uma ferramenta pedagógica para incentivar a condução defensiva”, conclui Andrade.
Curso
O curso levou dois anos para ser desenvolvido e possui carga horária total de 336 horas. O objetivo é formar profissionais que conheçam a parte técnica, mas também tenham um comportamento adequado e dirijam de forma econômica e defensiva.
Dentre as disciplinas oferecidas, estão equilíbrio emocional, legislação, desenvolvimento interpessoal, gestão da qualidade, segurança e comodidade do passageiro, custos no transporte de passageiros.

sexta-feira, 15 de março de 2013

Mercedes-Benz vende 2.600 ônibus para programa do Governo Federal.

A Mercedes-Benz venceu uma licitação para o fornecimento de 2.600 ônibus rural escolar OF 1519 R para o programa “Caminho da Escola”, ação do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão ligado ao Ministério da Educação.
Os veículos serão fornecidos ao longo de 2013 e serão encarroçados pela empresa Caio.
O volume de 2.600 ônibus amplia para mais de 4.700 veículos as vendas realizadas pela Mercedes-Benz para o governo federal desde o mês de agosto deste ano. Foram 1.567 caminhões Atego 1725 4×4 para o Exército Brasileiro, além de 110 unidades desse modelo Atego para a Marinha, 25 unidades do Atego 1726 4×4 para a Aeronáutica e 400 ambulâncias Sprinter para o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência do Ministério da Saúde).
De acordo com Joachim Maier, vice-presidente de Vendas da Mercedes-Benz do Brasil, o chassi OF 1519 R, lançado em 2012, foi totalmente criado pelo Centro de Desenvolvimento Tecnológico da Mercedes-Benz do Brasil. Desde o projeto, ele foi concebido para aplicação como Ônibus Rural Escolar (ORE), de acordo com as especificações do edital do FNDE. “Esse produto foi amplamente testado em vias fora de estrada, visando garantir robustez e resistência nas severas condições das vias não pavimentadas, com a qualidade e a confiabilidade típicas dos produtos da marca”.
Entre vários requisitos, o edital do FNDE exige um motor que atenda à legislação de emissões PROCONVE P-7 e características específicas para uso em vias não pavimentadas, como balanço dianteiro curto (para facilitar a circulação em solo acidentado), altura elevada (visando maior proteção inferior do chassi e da carroçaria) e bloqueio de diferencial no eixo traseiro (para melhorar a tração em áreas irregulares, como terrenos alagados, por exemplo).
Além de atender ao programa federal “Caminho da Escola”, esse novo chassi Mercedes-Benz é indicado para aplicação em ações similares de governos estaduais e municipais.   fonte-portal  trasporte o brasil

quarta-feira, 13 de março de 2013

Rio de Janeiro entra na era da emissão zero com programa de táxis elétricos.

A partir deste mês, a cidade do Rio de Janeiro entra na era da mobilidade com emissão zero com o início do programa de táxi elétrico, parceria entre a Prefeitura do Rio, Nissan e Petrobras Distribuidora. Na primeira fase, duas unidades do Nissan LEAF, veículo 100% elétrico que não emite poluente e nem faz barulho, rodarão na capital fluminense. Até o fim do ano, outros 13 veículos serão adicionados à frota. Os dois primeiros táxis elétricos começarão a circular pela cidade no mês de março, a partir do aeroporto Santos Dumont, e poderão ser recarregados em dois postos Petrobras, na Lagoa Rodrigo de Freitas e na Barra da Tijuca. A Nissan foi a única empresa a apresentar proposta na chamada pública realizada pela Prefeitura do Rio durante o mês de janeiro para selecionar veículos elétricos que pudessem atuar no serviço de táxis na cidade. A entrega das duas unidades do LEAF ao prefeito Eduardo Paes foi realizada em cerimônia que marcou ainda a inauguração da nova sede da Nissan no Brasil, no edifício Porto Brasilis, no Centro.
O Nissan LEAF utilizado como táxi elétrico foi projetado para atender às necessidades da mobilidade urbana moderna, oferecendo espaço, conforto e potência como os veículos à combustão. Lançado comercialmente nos Estados Unidos e no Japão em dezembro de 2010, e na Europa no ano seguinte, o modelo já tem mais de 50 mil unidades vendidas em todo o mundo e autonomia de 160 km. O módulo de 48 baterias de íon-lítio pode ser recarregado em carregadores caseiros em até oito horas, ou em apenas 30 minutos com os ‘Quick Chargers’ (carregadores rápidos), que serão instalados em postos da Petrobras.
Com esta iniciativa, a Prefeitura do Rio firma o compromisso de incentivar o uso de tecnologias limpas e de baixa emissão de carbono. Considerando que os veículos elétricos são classificados como “zero emissão”, por não emitirem gases de efeito estufa, são uma alternativa sustentável quando comparados aos carros movidos a motor de combustão.
Segundo a política climática da cidade, a prefeitura tem como meta reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 16% até 2016, comparando com as emissões em 2005. “Com os grandes eventos que o Rio vai sediar, poderemos dar maior visibilidade aos veículos movidos a energia limpa para que se inicie uma modificação nos modelos de produção e consumo, com o objetivo de termos padrões sustentáveis”, disse o secretário municipal de Transportes, Carlos Roberto Osório.
A Nissan, como pioneira da indústria automobilística na produção em massa de veículos emissão zero, apoia integralmente a iniciativa da cidade do Rio de Janeiro. “Estamos na vanguarda mundial da tecnologia de veículos elétricos. Esse projeto na cidade do Rio de Janeiro, que acolheu a nova sede da Nissan no país no início deste ano, reafirma nossa missão mundial de promover uma vida mais amigável com a natureza e com o planeta sem comprometer o conforto da mobilidade urbana. Com mais este passo, reforçamos também nosso compromisso com desenvolvimento do Brasil, oferecendo um veículo com inovação e qualidade japonesa de emissão zero de poluentes”, afirma François Dossa, presidente da Nissan do Brasil.
Para realizar a recarga rápida das baterias, os táxis elétricos contarão com dois postos Petrobras: o Posto do Futuro, na Barra da Tijuca, e o Posto Escola da Lagoa, na Lagoa Rodrigo de Freitas, onde a operação é concluída em até 30 minutos. A recarga dos táxis elétricos em postos Petrobras é desdobramento do memorando firmado em 2012 entre a BR e a Nissan para estudar a expansão da infraestrutura de recarga de veículos elétricos no Brasil.
A cerimônia de entrega das unidades do LEAF Táxi ao prefeito marcou também a inauguração oficial da nova sede da Nissan no Brasil, no edifício Porto Brasilis, onde a empresa está sediada desde o início de janeiro. O edifício é certificado internacionalmente pelo Green Building – LEED por seguir as recomendações da organização internacional U.S. Green Building Council (EUA) e cumprir os principais itens referentes à sustentabilidade. A empresa ocupa três andares (9º, 10º e 17º), para até 300 funcionários. A Nissan escolheu o Rio de Janeiro como cidade da sua nova sede por investir no Estado com a construção de uma nova fábrica, em Resende, e com o patrocínio aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™. O Centro foi escolhido pela localização privilegiada e por ser o ponto zero do processo de revitalização da Região Portuária promovida pela Prefeitura.
O projeto do Porto Maravilha, maior Parceria Público-Privada (PPP) do Brasil, foi concebido para recuperar a infraestrutura urbana, dos transportes, do meio ambiente e dos patrimônios histórico e cultural da Região Portuária do Rio de Janeiro. No centro da reurbanização está a melhoria das condições habitacionais e a atração de novos moradores para a área de 5 milhões de metros quadrados (m²) que está sendo revitalizada pela Prefeitura do Rio. A chegada de grandes empresas, os novos incentivos fiscais e a prestação de serviços públicos de qualidade já estimulam o crescimento da população e da economia na região. Projeções de adensamento demográfico indicam um salto dos atuais 30 mil para 100 mil habitantes até 2020 na área que engloba os bairros do Santo Cristo, Gamboa, Saúde e trechos do Centro, Caju, Cidade Nova e São Cristóvão.
FONTE-BLOG NOTICIAS.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...